O NATURISMO E UM OUTRO MUNDO POSSIVEL…

O NATURISMO E UM OUTRO MUNDO POSSIVEL….

Recentemente participei do XXXI Congresso Internacional de Naturismo , ocorrido no mês de setembro de 2008 na bela praia de Tambaba-Paraiba, Brasil..

Fui palestrante em um dos painéis com o tema: “Direitos humanos Direitos dos Povos” onde faço uma viajem histórico evolutiva  dos direitos dos povos desde a revolução russa  de l917 até a atualidade, com os direitos dos povos indígenas, ciganos, quilombolas etc… 

Me espantou o nível de incompreensão    e espanto das pessoas, inclusive da minha família,  quando dizia que era naturista há mais de 20 anos  e que tinha feito a palestra totalmente nu,  em sendo naturista.

Há um denotado preconceito – vicio de origem,  na nossa educação baseadas no hegemonismo de nossa formação baseadas nos fundamentos  do dogmatismo  judaico –catolico-cristao.  Há uma confusão de se pensar o nu naturista envolvido com bacanais, orgias e promiscuidade no exercício da sexualidade.

O mundo naturista é visto  meio como o quiabo “não comi e não gostei”. Como é toda forma de pré- conceito. Porém os iniciados se tornam agentes multiplicadores e daí o crescente aumento dos seus adeptos que tem muitas famílias com  seus idosos e crianças, como se viu  no XXXI Congresso.    

Os nossos aborígenes vivem a essência do naturismo. Tento fugir do conceito de “índio”que  é historicamente equivocado, posto que foi designado pelos portugueses  ao verem nossos nativos aborígenes pensavam que tinham chegado as “índias orientais” e assim batizaram os nativos de Índios..e estes  desnudos e sob o sol escaldante e clima tropical-umido, não entendiam aquelas pessoas que chegavam  sujas, fedorentas a suor e com roupas grossas e cheias de bactérias e vírus que logo lhe repassaram as doenças oriundas do “velho mundo” e  da falta de  higiene corporal.     

O nu naturista é uma forma de se comportar perante a sociedade e as  instituições dominadas por concepções consumistas, preconceituosas e hipócritas.

O medo de se desnudar é o medo de ser avaliado. Pois cotidianamente e permanentemente somos avaliados pela nossa foram de falar, andar, vestir, poder aquisitivo na compra de produtos, bens e serviços como consumidores  etc,  e que são escancarados  e desconsiderados quando decidimos exercer o simples ato de tirar a roupa e  nos apresentar como realmente somos. Sem roupas, utensílios e bens de grifes famosas e caras. As pessoas interagem com vc pelo que vc é (ser) não pelo que vc tem (ter).

O naturismo é contrário, inclusive, aos interesses das grandes corporações capitalistas.  Indague-se:  quais foram as primeiras empresas a venderem seus produtos no  Iraque e no Afeganistão na invasão dos EUA e sua Coalizão?  Primeiro, exigiram  do novo  governo  a exigência da abolição da Burca, e com esta  a proliferação  da industrias de cosméticos, moda, droga e do sexo e armamentos.  

Porém devemos enaltecer o papel da mídia no Congresso de Naturismo,  que procurou  esclarecer a opinião publica sobre os objetivos e os fundamentos do naturismo, o que fez com que se compreendesse melhor o  alcance  e real  significado histórico da  crescente  forma de se viver naturista.          

1 comentário

Arquivado em Não categorizado

Uma resposta para “O NATURISMO E UM OUTRO MUNDO POSSIVEL…

  1. EVANDRO TELLES DE OLIVEIRA

    Peço o favor de me informar o autor do texto acima. Gostaria de divulgar para outros grupos com os devidos créditos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s