BRASILEIROS: UM POVO FELIZ, CONTENTE & ALEGRE

BRASILEIROS  UM
POVO  – FELIZ , CONTENTE & ALEGRE!!!! 

Foi recentemente divulgado que somos o 12º.  País do mundo em que as pessoas se consideram
mais felizes.

O bom- humor  e a
forma como vemos  a vida  é diferente dos outros povos. Como dizia o
Darcy ribeiro “somos um povo  moreno,
cheio de festas animadas e cheios de tesão. http://www.scribd.com/doc/16711346/Darcy-Ribeiro-O-Povo-Brasileiro-resumo

Realmente  somos um
povo que não tem medo de ser  feliz.
Temos em nós todo o tempero do novo homem/mulher do terceiro milênio. Somos
latinos e por conseguinte:  exuberantes,
apaixonados, emotivos, somos a  nascente civilização
dos trópicos!

Na enciclopédia http://pt.wikipedia.org/wiki/Felicidade
está escrito que  “ A felicidade é
uma gama de emoções ou sentimentos que vai desde o contentamento ou satisfação
até à alegria intensa ou júbilo. A felicidade tem ainda o significado de
bem-estar ou paz interna. O oposto da felicidade é a tristeza. Em linguagem
comum, quando se diz "estou feliz", está-se a utilizar o primeiro
significado — o de emoção. Enquanto que se se diz "sou feliz", se
está a utilizar o significado de bem-estar.

Existem diferentes abordagens ao estudo da felicidade e das suas causas, que
têm sido usadas pela filosofia, a religião e a psicologia. O homem sempre há
buscado a felicidade e tanto os filósofos como os religiosos sempre se hão
dedicado a encontrar as suas causas e em definir que tipo de comportamento ou
estilo de vida aumenta o nosso nível de felicidade. Estes pensadores veem a
felicidade como aquilo que modernamente chamamos bem-estar ou qualidade de
vida, e não simplesmente como uma emoção. Neste sentido a felicidade é o que os
gregos antigos chamavam de Eudaimonia, um termo ainda usado em Ética. Pelo
contrário para a emoções associadas à felicidade os filósofos preferem utilizar
a palavra prazer.

É difícil definir rigorosamente a felicidade, e ainda mais difícil definir
medidas desta. Investigadores em Psicologia
desenvolveram diferentes métodos, por exemplo o Inventário da Felicidade de
Oxford, para medir o nível de felicidade de um indivíduo. Nestes  tomamos  em conta fatores fisiológicos e psicológicos.
Em investigação a felicidade é assim relacionada com fatores como: envolvimento
religioso ou político, estado civil, paternidade , idade, rendimento, etc.

A psicologia positiva é um movimento recente
dentro da ciência psicológica que pretende dar maior ênfase ao estudo da
sanidade mental, por oposição à psicologia mais tradicional que estuda
sobretudo as patologias. Este relaciona a felicidade com emoções e actividades
positivas[1].

A economia do bem-estar defende que o nível
público de felicidade deve ser usado como suplemento aos indicadores econômicos
mais tradicionais, como o produto interno bruto, a inflação,
etc. Para Alexei Lisounenko felicidade se traduz em aceitação, ou seja, você
aceitar quem de fato é, assim possibilitando mudanças em sua vida. A felicidade
é um sentimento interno e terno, ela é um reflexo do auto conhecimento. Ele
frisa que esta aceitação está longe do conformismo, sentimento onde você aceita
sua vida de uma forma negativa, sem perspectiva de mudança.”

Alegria é expressada por sorrisos [1],
contentamento, em seguida pode ser verbalmente agradecida. O tempo até passa
mais rápido do que você imagina, o estímulo da alegria vem através dos cinco
sentidos
que dão prazer, e logo a alegria. Alegria é um só termo
que descreve prazer
por outras palavras, mais socialmente aceite. Segundo Alexei Lisounenko, alegria
se traduz em aceitação, ou seja, você aceitar quem de fato você é, assim
possibilitando até mesmo mudanças em sua vida. Ele frisa que esta aceitação
está longe do conformismo, onde você aceita sua
vida de uma forma negativa, sem perspectiva de mudança. Alegria é dar
alegria!De forma alegre!Por ser contagiante, a alegria melhora a qualidade de
vida do ser humano.

Quando morei nos Estados Unidos, sentia entre os latinos e estadunidenses um
respeito muito grande pelo nosso povo e país. Eles diziam que tinham o sonho de
conhecer o Brasil, suas praias, mulheres bonitas, carnaval, futebol,  Olinda, frevo, Amazônia…

Nos acham antidogmáticos, descomplicados, sensuais, versáteis, alegres e
criativos.

Os trabalhadores brasileiros no exterior são vistos como uma ameaça ao
emprego deles, os europeus  adoram
contratar aquele trabalhador que  é um
multiprofissional, ou seja um só 
trabalhador brasileiro com experiência no setor de serviços  pode ser encanador, eletricista, pedreiro,
carpinteiro, vidraceiro etc. Profissões 
que o americano ou europeu exercem individualmente e a Mão de obra,
muito cara.     

Nosso sentimento de auto-estima tem melhorado muito com as nossas conquistas
sociais, econômicas,  cientificas e  políticas , 
temos hoje  orgulho de ser
brasileiros. Somos a mais jovem nação  
do grupo dos cinco  países  de economias 
emergentes  do BRIC – Brasil,
Rússia, índia e China.

Os europeus reclamam de nós, porque tomamos muito banho e a água para eles é
um elemento muito raro! Costume que herdamos dos indígenas, afinal moramos em
um país tropical.    

Transcrevo para os leitores um texto que  há anos  circula na internet,   dizem que é de uma escritora holandesa… que
me chegou  por email  umas 10 vezes por pessoas diferentes.:

 QUE UMA
ESCRITORA HOLANDESA FALOU DO BRASIL

 
LEIA COM
BASTANTE ATENÇÃO

 
Os
brasileiros acham que o mundo todo presta, menos o Brasil, realmente parece que
é um vício falar mal do Brasil. Todo lugar tem seus pontos positivos e
negativos, mas no exterior eles maximizam os positivos, enquanto no Brasil se
maximizam os negativos. Aqui na Holanda, os resultados das eleições demoram
horrores porque não há nada automatizado.


existe uma companhia telefônica e pasmem!: Se você ligar reclamando do serviço,
corre o risco de ter seu telefone temporariamente desconectado.

 
Nos
Estados Unidos e na Europa, ninguém tem o hábito de enrolar o sanduíche em um
guardanapo – ou de lavar as mãos antes de comer. Nas padarias, feiras e
açougues europeus, os atendentes recebem o dinheiro e com mesma mão suja
entregam o pão ou a carne.

 
Em
Londres, existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas enroladas em folhas
de jornal – e tem fila na porta.

 
Na
Europa, não-fumante é minoria. Se pedir mesa de não-fumante, o garçom ri na sua
cara, porque não existe. Fumam até em elevador.

 
Em
Paris, os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e qualquer
garçom de botequim no Brasil podia ir pra lá dar aulas de ‘Como conquistar o
Cliente’.

 
Você
sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo? Impõem suas crenças
e cultura. Se você parar para observar, em todo filme dos EUA a bandeira
nacional aparece, e geralmente na hora em que estamos emotivos.

 
Vocês
têm uma língua que, apesar de não se parecer quase nada com a língua
portuguesa, é chamada de língua portuguesa, enquanto que as empresas de
software a chamam de português brasileiro, porque não conseguem se comunicar
com os seus usuários brasileiros através da língua Portuguesa.

 
Os
brasileiros são vitimas de vários crimes contra a pátria, crenças, cultura,
língua, etc… Os brasileiros mais esclarecidos sabem que temos muitas razões
para resgatar suas raízes culturais.

 
Os dados
são da Antropos Consulting:

 
1. O
Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras
doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo mundial.

 
2. O
Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto
Genoma.

 
3.
Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do Rio de
Janeiro foi considerada a mais solidária.

 
4. Nas
eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estava
informatizado em todas as regiões do Brasil, com resultados em menos de 24
horas depois do início das apurações. O modelo chamou a atenção de uma das
maiores potências mundiais: os Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve
que ser refeita várias vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a
credibilidade do processo.

 
5..
Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros representam
uma fatia de 40% do mercado na América Latina.

 
6. No
Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando,
enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.

 
7. Das
crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.

 
8. O
mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo, com 650 mil
novas habilitações a cada mês.

 
Na
telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas.

 
10.
Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO- 9000,
maior número entre os países em desenvolvimento. No México, são apenas 300
empresas e 265 na Argentina.

 
11. O
Brasil é 1º maior mercado de jatos e helicópteros executivos do mundo.

 
Por
que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil?

 
1. Por
que não se orgulham em dizer que o mercado editorial de livros é maior do que o
da Itália, com mais de 50 mil títulos novos a cada ano?

 
2. Que
têm o mais moderno sistema bancário do planeta?

 
3. Que
suas agências de publicidade ganham os melhores e maiores prêmios mundiais?

 
4. Por
que não falam que são o país mais empreendedor do mundo e que mais de 70% dos
brasileiros, pobres e ricos, dedicam considerável parte de seu tempo em
trabalhos voluntários?

 
5. Por
que não dizem que são hoje a terceira maior democracia do mundo?

 
6. Que
apesar de todas as mazelas, o Congresso está punindo seus próprios membros, o
que raramente ocorre em outros países ditos civilizados?

 
7. Por
que não se lembram que o povo brasileiro é um povo hospitaleiro, que se esforça
para falar a língua dos turistas, gesticula e não mede esforços para atendê-los
bem?

 
Por
que não se orgulham de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que
enfrenta os desgostos sambando..

 
É! O
Brasil é um país abençoado de fato.

Bendito
este povo, que possui a magia de unir todas as raças, de todos os credos.

 
Bendito
este povo, que sabe entender todos os sotaques.

Bendito
este povo, que oferece todos os tipos de climas para contentar toda gente.

Bendita
seja, querida pátria chamada

Brasil!!

 

Notas e referências


  1. Freitas-Magalhães, A. (2006). A Psicologia do Sorriso Humano. Porto:
    Edições Universidade Fernando Pessoa. ISBN
    972-8830-59-9
    ISBN
    978-989-643-035-1
    (2ª Ed., 2009).
  2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Felicidade
  3. http://www.scribd.com/doc/16711346/Darcy-Ribeiro-O-Povo-Brasileiro-resumo

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s