ACERCA DOS CORPORATIVISMOS, MOV SOCIAIS, FORUNS, ASSASSINATO DE MILITANTES, COMBATE A MISÉRIA E CORRIDA DAS CALCINHAS….

ACERCA DOS CORPORATIVISMOS, MOV SOCIAIS, FORUNS, ASSASSINATO DE MILITANTES, COMBATE A MISÉRIA E CORRIDA DAS CALCINHAS….

 

Correspondendo  ao nosso compromisso de  semanalmente traçar um painel sobre os eventos e realizações de Direitos Humanos  que aconteceram e que vão acontecer…

 

CORPORATIVISMOS X CIDADANIA:  lembremos que as greves tem que ser contra os patrões e não contra a cidadania. Havemos de repensar as formas de fazer greves e protestos, precisamos ganhar a opinião publica para apoiar os interesses específicos das categorias profissionais e não o contrário.  Esta semana tivemos greves de médicos – com morte de pacientes nas portas dos hospitais, gerando grande clamor  e indignação publica. Greves de professores que lutam pela implantação do recém-aprovado  piso nacional de salários, bombeiros no Rio de Janeiro etc…Mas o tecido social não pode ficar parado diante de tanta insensibilidade dos gestores públicos, que só avançam sob pressão dos movimentos sociais e sindical. Não  podem os governantes tratar o movimentos sindical e social como bandidos- posto que somo todos e todas,  Heróis(inas) da Resistência e protagonistas das inexoráveis mudanças rumo a um mundo de Justiça e Paz!  .

 

MOVIMENTOS SOCIAIS GANHAM SITE:  Esta semana lançamos aqui da Paraíba para o mundo o site dos Movimentos Sociais: www.movsocial.org,   que vai ser uma ferramenta fundamental no processo organizativo das lutas geral e especificas das organizações de direitos humanos, sindical, popular, gênero, LBBT’s, cidadania, sem teto, sem terra, etc… participemos e prestigiemos esta vanguardista iniciativa.

 

FÓRUM  ETICA E MIDIA – FEMI: Tivemos  a primeira reunião do FEMI na OAB/PB, em uma Plenária do Fórum Paraibano de Ética e Mídia  – FEMI ,  fiz uma proposição  na reunião do dia 28/05  e que foi aprovada por unanimidade por jornalistas, repórteres, sindicalistas, empresários  e intelectuais do meio cultural, presentes,   o Premio Paraibano de Ética e Mídia  “Oduvaldo Batista”, que será entregue pelo FEMI todos os anos em Dezembro,  àqueles e àquelas personalidades que se destacarem na defesa dos valores essenciais da humanidade, usando o jornalismo como instrumento. Também foi eleita a Coordenação Executiva ficando esta composta pela API-SIND. JORNALISTAS e a OAB.

FORUM PARAIBANO DE PROMOÇAO DA PAZ, PREVENCÁO E COMBATE AS VIOLENCIAS DA OAB/PB – FPCV-OAB/PB. – Esta semana tivemos a primeira reunião de trabalho da Coordenação Executiva, na sede do Tribunal de Ética e Disciplina – TED,  da OAB/PB,  na oportunidade traçamos metas, fizemos o  planejamento e distribuímos tarefa s  que iremos vencer até dezembro vindouro. Decidimos fazer uma  reunião mensal na terceira sexta-feira de cada mês  da coordenação e uma Plenária Mensal sempre na primeira sexta-feira de cada mês. Também tiramos as tarefas de realizar audiências publicas sobre o tema da paz e das violências, com  e por  grupos específicos: Comunidade Universitária/ Conselhos/ Comunitários/Mídia e Direitos Humanos. Foi decidido que iriamos fazer as nossas reuniões interativas filmadas pela internet e on-line., facilitando a participação do pessoal que não pode estar presente. Ficou acordado que buscaríamos agir  articuladamente  com o Ministério Publico Estadual e Federal, Conselho Estadual de Direitos Humanos / e Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, Comissão de Direitos Humanos Câmara dos Vereadores/ Associação dos Magistrados-AMB/PB/  Assoc.do Ministério Publico – ASMIP-PB.

 

ASSASSINATO DE MILITANTES DE DIREITOS HUMANOS:

Na minha trajetória de militante, já vi vários companheiros caírem na luta. Somente para citar alguns:  Procurador Pedro Jorge que investigava os escândalo da Mandioca; Sindicalistas Margarida Alves e Almir Muniz. Os  Advogados Gilson Nogueira no embate com o sindicato do crime em Natal-RN,  e Manoel de Matos; irmã Doroty, Pe Josimo, D. Oscar Romero,  entre tantos outros.

Alguns se encontram na lista de marcados para morrer e entre eles está o  nosso deputado Luiz Couto, que anda em permanente guarda da Policia Federal.

Este mês caíram assassinados mais 3 companheiros  (Marcos/José Claudio e Maria do Espirito Santo)no Pará,  imolados  na luta pela dignidade humana cuja reportagem se encontra no endereço:

http://www.cartacapital.com.br/politica/morte-de-lavrador-em-eldorado-dos-carajas-e-investigada-pela-policia-civil-do-para

O governo federal preocupado com tais assassinatos criou o Programa de Proteção ao Defensores e Defensoras de Direitos Humanos-http://issuu.com/terradedireitos/docs/boletim_defensores

 

CORRIDA DAS CALCINHAS:  No dia internacional da Prostituta – 02/06 , esta milenar categoria profissional tem sido alvo de visibilidade publica e se  transformando em sujeito de direitos e alvo de politicas publicas na esfera da saúde publica.  Este  festivo dia termina sempre com a já  famosa “Corrida da Calcinha”, quando lideres e personalidades do movimento cultural, politico e de politicas publicas participam do fechamento da programação alusiva a este dia.

PLANO BRASIL SEM  MISÉRIA:  Correspondendo ao suprimento de uma lacuna  histórica  que teve como próceres do  combate a fome a miséria, Josué de Castro – http://www.josuedecastro.com.br/port/index.html nos anos 30 e 40 e   pelo pela via da educação, Anísio Teixeira nos anos 20 e 30, (http://pt.wikipedia.org/wiki/An%C3%ADsio_Teixeira), o primeiro escreveu obras  sobre a problemática  da Fome e o segundo sobre a importância da laica, publica e de qualidade, e sonhou e lutou por  uma “ nova escola”. Ambas as politicas de educação e combate a miséria estão no comando  Constitucional do  art. 23-X  da nossa Constituição Cidadã de 1988.   Este Plano  Brasil sem Miséria vai localizar e incluir em seus programas 16,2 milhões pessoas em situação de extrema pobreza. OPlano foi lançado na última quinta-feira (2) pela presidenta Dilma Rousseff alia transferência de renda, acesso a serviços públicos, nas áreas de educação, saúde, assistência social, saneamento e energia elétrica, e inclusão produtiva. Equipes de profissionais farão uma procura minuciosa na sua área de atuação para localizar, cadastrar e incluir nos programas as famílias em situação de pobreza extrema. Também vão identificar os serviços existentes e a necessidade de criar novas ações para que essa população possa acessar os seus direitos.

Debemos hablar y actuar!

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s